À Senhora da Natividade

Símbolo da Festa de 50 anos




Vinde Nossa Senhora!
Nessa festa de esperança
Dai-nos fé e conversão
Aguçai nossa confiança
Salvai a todos dos precipícios
Dos males, da ignorância!



Olhai Mãe Nossa e Senhora!

Nossas visitantes, conterrâneos, romeiros
Vendedores que aqui se abrigam
Tornai-os teus fiéis  companheiros
Abençoai a todos, sem distinção, Natividade
Com o  teu amor verdadeiro.

Que reine nos corações humanos
Muito mais paz, justiça e amor
Que sintamos a presença viva
Do Cristo Nosso Senhor!
E que os nossos visitantes
Não levem de nós dissabor.

A tua bênção, pedimos Natividade
Em nosso trabalho, em nossos dias
Dai-nos tua paciência para conviver
Com mais comunhão e harmonia
Convertei o ímpio, protegei os abandonados
Oh,  Santa e Virgem Maria!

Olhai por essa  pacata cidade 
Que seja sempre abençoada
Que os homens de bom coração
Não deixe-a cair em ciladas
Natividade, Mãe e Rainha
Conduz-nos para novas jornadas 


Obrigada, Nossa Senhora!
Atendei com amor o nosso pedido
Acolhei todos os trabalhadores
Protegei os que forem ofendidos
Colocai o teu manto sagrado
Sobre os ombros dos que se sentem oprimidos.





LEMBRANÇA DO FESTEJO DE NOSSA SENHORA DA NATIVIDADE
30.08  a  08.09.2012

Uma caixinha de surpresa


Não sei se palavras  podem defini-la , o que sei é que  meu carinho e meu coração com certeza podem. Amigos desde o inicio da nossa vida escolar, nossa amizade nasceu na 1º serie do ensino fundamental, germinou, cresceu e até hoje permanece, servindo de exemplos para muitos.
Leudayane, Esse é o nome da pessoa para a qual eu dedico esta crônica, ( eu acho que é uma crônica). Primeiramente, porque  é muito  difícil quando o assunto é falar sobre ela, ou algo que já  aconteceu entre nós. Só sei que caixinha de surpresa ela é, e isso não tem como negar. Surpreende-nos  a cada momento e a qualquer um, adora brincar, embora fique sempre na   dela, parece tímida, mas só quem não a conhece  ...de jeito nenhum é tímida. Na sala de aula fica na divisa da tentação e da concentração, adora causar dos dois lados, tornando-se assim uma ferramenta de ajuda tanto pra destruir como para construir.

 passamos por muitos momentos bons, foram completamente todos, porém,  como em uma verdadeira amizade não faltam brigas, a nossa já houve  bastantes, sem se esquecer da função de bons amigos, rapidamente nos reconciliávamos, nunca deixávamos que a inveja ou qualquer outra abominação destruísse nossa ligação. Além disso, voltando a personalidade da minha amiga sem querer ofendê-la    ela sabe muito bem em certos momentos, ser um anjo, noutros ser o próprio um capeta; ela é incrível, exemplar, excelente pessoa, como eu  disse palavras não bastam pra descreve-la.
E  é por esse motivo que paro por aqui, se não escreveria acho que um livro imenso, e para concluir demonstrando minha sincera amizade, te desejo toda felicidade que este mundo oferece, e que nunca tire esse teu sorriso do rosto, pois ele é a marca da sua superação.


Texto escrito por Gustavo Veloso 

E o anjo Gabriel... não habitou entre nós!!


Outro dia paramos para verificar a “safra” de Victor que faz parte diretamente de nossa  família, fomos lembrando: Victor, Victor Gabriel, Mário Victor, João Victor , desses , o mais novo é o João Victor, mas hoje não parei para falar sobre eles, minha escrita e reflexão é sobre o Gabriel,(seria sobrinho também)  que de corpo e alma tornou-se anjo, que foi durante nove meses motivo de alegria, que foi fruto do amor, de expectativas;  que divertiu-se durante semanas na barriga da mãe, que merecia  todos os cuidados e atenção... Deve ter cumprindo aos olhos do Pai, sua tarefa; no silencio, Gabriel veio oportunamente para provar o amor.
Hoje, deixando a revolta de lado,(porque é o que sentimos no primeiro momento)  fiquei pensando que   morre alguém tão próximo de nós , todo o resto é cada vez mais minúsculo , ficam indagações, nuvens negras cercam nossa mente e o que parecia funcionar normalmente passa a não ter mais nenhum sentido. A dor, o sofrimento, o abalo emocional tudo nos petrifica; vamos  nos agarrando às lembranças, outras vezes ao isolamento como se fossem nossas únicas bandeiras de consolação; como se este golpe final nos conduzisse ao túmulo junto com aquele(a) a quem amamos; mas a gente aprende e começa a enxergar mais e melhor porque de algum modo a nossa fé está acima de qualquer coisa. E foi a nossa fé que nos preparou para a partida de Inacio Gabriel.
Ora, enquanto eu pensava no Inacio Gabriel, filho de  nossa meia irmã Judite, com um pouco de sofrimento, angústia e dor da perda, reportei-me a algumas leituras e mais precisamente à Bíblia e percebi que Gabriel é citado no Antigo e Novo Testamento,e  em ambos é o enviado de Deus; no Antigo, interpreta os sonhos do fiel servo Daniel que em suas visões temia com a chegada dos tempos finais, porém,  o anjo, “homem forte de Deus” conduzia-o para uma outra interpretação, ora referia-se a divisão dos reinos, ora aos dias longos se ele os guardasse em segredo. Pensando bem, desviei minha atenção para a passagem de São Lucas, aqui, Zacarias não é revelado totalmente incrédulo, mas ao receber a visita do anjo Gabriel, rebatia as palavras, dizendo-se velho demais, falando da esterilidade de Izabel e que não seria  capaz de conceber um filho e mais uma vez, o anjo rebateu-o, respondendo: “Sou Gabriel, aquele que está diante de Deus e fui enviado para te falar e dar-te essas boas novas”.
Por todos esses dias, de dor e sofrimento dos pais de Gabriel e nosso que a acompanhávamos estava   a sensação de que esse anjo não veio para habitar entre nós, veio "para dar as boas novas", ele retira-se dando à mãe a possibilidade de uma nova concepção ; dando a capacidade de transformar-se porque ele teve os cuidados necessários, por isso que nenhum de nós quis  acreditar de que ele precocemente tenha ido para os céus; no entanto, ele apareceu para dá sinais de esperança, de renovação, de fé cristã; dando quem sabe uma resposta de alívio: “Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo”!  Infelizmente, na hora da dor , a gente não entende, não aceita, não se conforma, não acredita... Portanto, digo não apenas como consolo  “não temais”  Judite, pois o anjo Gabriel que não habitou entre nós intercederá para que com a graça de Deus concebas outro filho!

É possivel ensinar a escrever?

         Algumas caracteristicas dela fizeram com que eu  escreva sobre  ou talvez descreve-la;  seja na escola ou em outro local, sempre a vejo de livros em maos, o que pode explicar  sua paixao, geralmente  tem algo a explicar, falar, ou contestar, dificilmente se leva por ideias de terceiros,  mas se concorda, diz o que tem que ser dito para provar sua tese, mesmo que não faça sentido. Muitos acham que ela é meio revoltada ou doidinha... ela diz não se importar, mas eu sei que sim, senão não piscaria tanto seus olhos em um tremendo discurso, se realmente não ligasse deixaria pra lá, mas isso não faz o estilo de Anne.
Uma garota inteligente que conquista amigos facilmente, que rir de qualquer bricadeira (a menos que seja com ela) que defende seu time com coragem, cruzeirense ( seu unico defeito) ,  defende seus amigos,  não fala mal de ninguem sem ter bons motivos. Emotiva, sentimental,  sonha longe e vive seus sonhos... ( come bastante e não engorda, aff) Sorriso  contagiante ( é muito engraçada sua gargalhada) Pergunta quando tem duvidas, explica quando sabe, e quando não sabe também tenta explicar.
Garota corajosa que briga com seus obstáculos e luta pela melhoria de muitas coisas inclusive da escola; já passou por muita coisa ruim, mas vence tudo.
Teimosa demais, "desdrobosa pouco" .. inocente guerreira, que briga e abraça ao mesmo tempo, que só apoia quando " ta" certo. Esculhamba o pai , com o mesmo brilho nos olhos de  quem  o ama. Ja chegou a dizer que iria subir num palco e ler a bíblia para uma multidão na Coreia do Norte, quando falávamos de países que não permitiam falar em Jesus Cristo.
Ontem, por exemplo,  ela chegou cheia de graça, hoje "ta" meio pensativa, tentando fazer um texto que consiga emocionar a todos, mas no geral ela sempre consegue, mesmo com um pequeno sorriso, ou com uma gargalhada que surpreende a todos. Espero que sempre esteja perto de mim, para me ajudar e eu perto dela para reerguê-la
Assim como a  amo, amo todos vocês e torço para que conquiste  seus maiores objetivos, ano que vem a maioria se separa, mas estaremos sempre juntos dentro do meu coração.


Texto de Lais Matias: descrevendo Anne Carolline 

Aplausos para a descoberta!


CESID- Profº Clemilton e comunidade 









Durante essa  semana, os amantes da informática, das mídias e inclusão digital aqui na cidade estão convidados (nada objetivo) a comemorar o primeiro ano do CESID (Centro Social de Inclusão Digital) e Telecentro Lar de Francisco ; olhando assim, sem interesse, sem vontade pelo projeto, ninguém diz que a nossa intervenção na cidade, tem feito alguma diferença.E o que era segredo começa a ser revelado:esses projetos funcionam.
Lar de  Francisco: Profª Nilma e aluna
Antes, tínhamos na cidade, somente as lan houses  e os cursos de informática convencionais,; não posso dizer que nossos centros, a inclusão tem valido mais a pena e que as coisas são mais eficientes, contudo a partir do inicio de 2011e mais precisamente dia 19 de agosto, com a inauguração dos espaços físicos muitas reações tem sido diferentes para os que sonhavam em fazer um curso de informática com qualidade a um custo menor. Por isso, sob a inspiração do Didi, nosso talismã, e a parceria com a empresa SUZANO, conseguimos nesse curto espaço de tempo, agradar aos nossos cursistas, expectadores, educadores, colaboradores e parceiros. Para mim, as águas todas passarão; no entanto, o acesso, a ponte, os links que nos guiarão às oportunidades e aos caminhos para os primeiros troféus começam aqui, através desse estímulo, dessa iniciativa.
Sou professora, com atuação no ensino médio, na rede pública estadual, e vejo quão esquecidos são nossos computadores e quanto  nos custa dizer que precisamos fazer uso do laboratório de informática seja para pesquisa seja para entretenimento, quase não vejo consciência e vontade na elaboração de iniciativas que abram espaços para o acesso às ferramentas como aliadas da informação, da comunicação, da leitura, da visão de  mundo. Mas... voltando  ao assunto, todos os dias, nas salas de aula, por onde passo, divulgo nosso  CESID e Telecentro Lar de Francisco; falando da busca pela excelência, dos treinamentos, dos comentários felizes, das posturas dos educadores sociais; falo com serenidade (porque ainda não posso falar com propriedade) que estamos no rumo certo. Assim, hoje grande parte de nossos alunos começaram a conhecer mais esse projeto porque não me canso de dizer que principalmente neles, encontraremos a descoberta da verdadeira inclusão digital; porque digo a eles que lá terão chances de ler blogues , páginas, sites... e que só terão o trabalho de avaliar o que tem mais credibilidade e serve para a formação de cada um.
Portanto, voltando-se para nossos educadores: em vocês estão nossas esperanças, com vocês além de máquinas e programas nos laboratórios estão os corações que pulsam e se preocupam em serem campeões coletivos. Por isso, sem punição, sem culpa, sem medo, se houver adversários nossos, convidemos para que cantem conosco essa vitória; divulguem essa parceria que vem dando certo, porque de algum  modo diante de alguns projetos esquecidos por aí, temos orgulho em comemorar um ano de CESID e Telecentro Lar de Francisco. Enquanto escrevo, com o coração cheio de alegria, lembro-me do Luisinho; indicação nossa, que com decência, disciplina e humildade reconhece nossas falhas e virtudes, “discretamente” aproveito para chamá-lo de meu querido professor. Por último, os aplausos a meu ver não são pela excelência ou sucesso de resultados porque não são grandiosos; são pela descoberta, pela inclusão, pela paixão. Ah, havia um vírus no meio do caminho.

Nota de agradecimento

Nossa página acaba de atingir 1000 acessos, parece pouco diante da avalanche de blogues que circulam nas redes sociais, mas percebo uma grandiosidade, considerando o desafio em mantê-los com postagens que possam efetivamente chamar a atenção dos leitores . Sei que ainda não as faço de maneira satisfatória ou com o espaço de tempo que eu gostaria de fazê-las, no entanto, é devagar que se percorre caminhos longos. Obrigada aos leitores! Obrigada aos que compartilharam nossas poucas postagens. Abraços!

FÉRIAS, PARA QUE AS QUERO?




Nesse pequeno ensaio, não ensino, não catequizo, não respondo,  não ataco ninguém; faço uma pergunta que me pareceu razoável para eu falar de férias sem a exigência  das “aulas chatas” de Redação. Nesse instante, “não sou alegre, nem triste” voltarei à rotina com a mesma tranquilidade que estive no primeiro semestre. Infelizmente alguns, ao retornarem para suas atividades exageram e só veem mazelas ao seu redor.
Para começar, embora Urbano Santos não apresente muita alternativa quanto ao lazer, o município é banhado por dois rios, não há água em abundância (devido as desregradas devastações), mas é possível encontrar em espaço curto de tempo algum local saudável para tomar “aquele mergulho” e outros cenários podem ser encontrados na cidade: as ruas podem ser belas se optarmos por reclamar menos e aproveitar mais; se deixarmos de lado os egoísmos e começarmos a ver o outro sem fazer juízo ;se pautarmos nossa vida em dizer a palavra sincera, permitindo a reciprocidade; se assumirmos que por mais audaciosa que seja nossa escolha, terá mais sentido se estiver misturada com alguma prudência e sabedoria; se eu for menos obediente às imposições e ditaduras ... quando eu finalmente resolver mudar minha pergunta: Férias, se eu as quisesse?Engraçado, falaria de férias, não é mesmo?  E no mês de julho inteiro, não fiz nada que fosse extraordinário, não fiz longas viagens, não empenhei cartão de crédito, não fiz fotos, não encontrei um grande amor,  porém estou feliz, por isso mesmo eu as quis. Fiz arte na cozinha, arrisquei em pratos maravilhosos; fui à Igreja;  fui ao salão e mudei a cor do cabelo; aproveitei parte do tempo em coisas tão simples: encontro com irmãos, irmãs, sobrinhos, sobrinhas, tios, tias, primos (ah, meus primos são outras histórias). Antes que eu mude de assunto, participei do 8º Congresso Internacional de Educação, em São Luís, diante de nomes expressivos  e uma das coisas que ouvi: a partir de quando o Brasil empregará 10% do PIB em educação?(a expressão não diz muita coisa e nem trará mais felicidade aos menos desinformados); embora seja antiga essa discussão  ainda não é bem digerida pelos governantes. Portanto, as minhas férias estão encerrando, não sem antes dizer que estive presente em algumas atividades da 64ª Reunião Anual  da SBPC cujo tema era: CIENCIA,CULTURA E SABERES TRADICIONAIS PARA ENFRENTAR A POBREZA , mas essa tarefa é infinitamente mais árdua ... parece utópico mas em meio a tantos avanços, conseguimos está em 13º lugar no ranking dos países com maior volume de produção cientifica do mundo. Assim, férias, eu as quis para ser mais prudente, quiçá mais atenciosa, para conhecer e saber de quantas formas é possivel enfrentar a pobreza; férias, como eu as quero sempre!

Dicas e critérios para a redação no Enem 2012


Guia lançado pelo Inep traz orientações sobre a correção da redação no Enem, a fim de tornar claros os critérios e ajudar o participante a aperfeiçoar o seu estudo.
enem-2012-redacao1
A redação no Enem vinha sendo um problema para muitos participantes, que por vezes recebiam pontuações baixas, sem nem entender os critérios de avaliação. Buscando tornar transparente a metodologia de correção, o Ministério da Educação (MEC), através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), lançou o manual “A redação no Enem 2012 – guia do participante”.
O documento de 50 páginas traz muitas dicas para escrever melhor, de modo que o candidato possa atender às expectativas do exame. Para isso, é feito um detalhamento das cinco competências a serem avaliadas (veja abaixo).
Outro atrativo do guia é a análise da proposta de redação do Enem 2011 e das redações que obtiveram nota máxima no mesmo concurso, mostrando a estrutura ideal dos textos e os detalhes que podem fazer diferença. Dessa forma, é possível observar na prática os critérios explicados, o que é de grande utilidade para professores e estudantes do Ensino Médio e de cursinhos pré-vestibulares.
Com tiragem inicial de 1,7 milhão de exemplares, o guia será distribuído para todos os alunos e professores de escolas públicas, mas já é possível baixar a versão digital no site do Inep.

As cinco competências avaliadas na redação do Enem 2012:

1 - Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita;
2 - Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo;
3 - Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
4 - Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação;
5 - Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
  • Publicação extraída do Jornal Mundo Jovem: 31.07.2012

Postagem em destaque

De meu quintal : um 13 maior que o mundo

Ouço as palavras , ouso nalgumas ,   uso-as como parte do papel para compor a outra parte de meu silencio , recorri a   Manoel de Barros p...