Aplausos para a descoberta!


CESID- Profº Clemilton e comunidade 









Durante essa  semana, os amantes da informática, das mídias e inclusão digital aqui na cidade estão convidados (nada objetivo) a comemorar o primeiro ano do CESID (Centro Social de Inclusão Digital) e Telecentro Lar de Francisco ; olhando assim, sem interesse, sem vontade pelo projeto, ninguém diz que a nossa intervenção na cidade, tem feito alguma diferença.E o que era segredo começa a ser revelado:esses projetos funcionam.
Lar de  Francisco: Profª Nilma e aluna
Antes, tínhamos na cidade, somente as lan houses  e os cursos de informática convencionais,; não posso dizer que nossos centros, a inclusão tem valido mais a pena e que as coisas são mais eficientes, contudo a partir do inicio de 2011e mais precisamente dia 19 de agosto, com a inauguração dos espaços físicos muitas reações tem sido diferentes para os que sonhavam em fazer um curso de informática com qualidade a um custo menor. Por isso, sob a inspiração do Didi, nosso talismã, e a parceria com a empresa SUZANO, conseguimos nesse curto espaço de tempo, agradar aos nossos cursistas, expectadores, educadores, colaboradores e parceiros. Para mim, as águas todas passarão; no entanto, o acesso, a ponte, os links que nos guiarão às oportunidades e aos caminhos para os primeiros troféus começam aqui, através desse estímulo, dessa iniciativa.
Sou professora, com atuação no ensino médio, na rede pública estadual, e vejo quão esquecidos são nossos computadores e quanto  nos custa dizer que precisamos fazer uso do laboratório de informática seja para pesquisa seja para entretenimento, quase não vejo consciência e vontade na elaboração de iniciativas que abram espaços para o acesso às ferramentas como aliadas da informação, da comunicação, da leitura, da visão de  mundo. Mas... voltando  ao assunto, todos os dias, nas salas de aula, por onde passo, divulgo nosso  CESID e Telecentro Lar de Francisco; falando da busca pela excelência, dos treinamentos, dos comentários felizes, das posturas dos educadores sociais; falo com serenidade (porque ainda não posso falar com propriedade) que estamos no rumo certo. Assim, hoje grande parte de nossos alunos começaram a conhecer mais esse projeto porque não me canso de dizer que principalmente neles, encontraremos a descoberta da verdadeira inclusão digital; porque digo a eles que lá terão chances de ler blogues , páginas, sites... e que só terão o trabalho de avaliar o que tem mais credibilidade e serve para a formação de cada um.
Portanto, voltando-se para nossos educadores: em vocês estão nossas esperanças, com vocês além de máquinas e programas nos laboratórios estão os corações que pulsam e se preocupam em serem campeões coletivos. Por isso, sem punição, sem culpa, sem medo, se houver adversários nossos, convidemos para que cantem conosco essa vitória; divulguem essa parceria que vem dando certo, porque de algum  modo diante de alguns projetos esquecidos por aí, temos orgulho em comemorar um ano de CESID e Telecentro Lar de Francisco. Enquanto escrevo, com o coração cheio de alegria, lembro-me do Luisinho; indicação nossa, que com decência, disciplina e humildade reconhece nossas falhas e virtudes, “discretamente” aproveito para chamá-lo de meu querido professor. Por último, os aplausos a meu ver não são pela excelência ou sucesso de resultados porque não são grandiosos; são pela descoberta, pela inclusão, pela paixão. Ah, havia um vírus no meio do caminho.

4 comentários:

Unknown disse...

muito boa a homenagem ao nosssos telecentros e a todas as peassoas que contribuiram e contribuiem. Ao longo desse ano que ja se passou, outras oportunidades vinheram, mas o compromisso, o sentimento de voluntariado e a responsabilidade falaram mais alto, ficamos muito felizes por passar por uma experiência um tanto Arte e outra Singullar. obg!!

Cidadania disse...

As vezes não precisamos de grandes coisas para fazermos a diferença, as vezes não precisamos da grande mídia para fazer chegar às pessoas o que é bom e por motivo de descrição se mantem escondida de uma certa forma. O que precisamos de verdade é ver e fazer outras pessoas verem que em pequenos espaços somos capazes de fazer coisas grandiosas, precisamos de pessoas como você Nilma, que é uma amante da descoberta da leitura do voluntariado e que tem um entendimento diferenciado sobre esse projeto de inclusão digital no qual fomos agraciados. Parabéns pela iniciativa, parabenizo também toda equipe do CESID LAR DE FRANCISCO E APAE, como também parabenizo a empresa Suzano Papel e Celulose por entende essa projeto de uma maneia diferenciada das demais região onde atua.
Didi.

Nilma da Silva Sodre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilma da Silva Sodre disse...

Agradeço a participação dos nossos leitores e colaboradores, lembrando que a APAE embora não esteja contemplada aqui,no texto, é parceira no projeto e o contato com o computador tem sido também uma bênção na vida daqueles garotos e garotas. Breve estarão comemorando um ano. Abraços

Postagem em destaque

De meu quintal : um 13 maior que o mundo

Ouço as palavras , ouso nalgumas ,   uso-as como parte do papel para compor a outra parte de meu silencio , recorri a   Manoel de Barros p...